24 de dezembro de 2009

jairo ferreira: cinepoeta

Jairo Ferreira, escritor de Cinema de Invenção (primeira edição da Max Limonad, em 1986, reeditado pela Limiar, em 2000), foi também cineasta, jornalista, fotógrafo e ator.
Cinema de Invenção nasceu com o propósito de avaliar a partir de um todo o cinema
marginal/experimental/udigrudi, ou na linguagem do autor, o cinema de invenção.
Desde sua primeira edição já se consagrou como uma de nossas principais obras bibliográficas sobre o cinema brasileiro. Não se trata de um estudo acadêmico, preocupado com referências, problematizações e conclusões e sim um ensaio crítico e poético onde o leitor é instigado a devorar a filmografia do ciclo Boca do Lixo, de nomes já consagrados como Reichenbach e Sganzerla – até os menos conhecidos como Agripino de Paula e Calasso.


 Textos de Jairo em: cinema-de-invencao.blogspot.com


Paula Motta

Um comentário:

Lira disse...

ótimo blog. link bom =)