15 de outubro de 2010

poética da tradução três: poética do traduzido

poética da tradução três: poética do traduzido

"OLHAR PARALISADOR Nº 91

o olhar da cobra pára
  dispara
  paralisa o pássaro

   meu olhar
   cai de mim
   laser
   luar

meu despertar    despertar
meu amor desesperado  do meu olhar
meu mau olhado   despertador
  meu olhar
  leitor"



"PARALYZING GAZE 91



the gaze of the cobra lies
   belays
   paralyzes the bird

    my gaze
    falls away
    lunar
    laser
my awekening  to arouse
my disarming love from my alarming
my evil eye  gaze
  my gaze
  reader"

poema de leminski traduzido por charles perrone)))

2 comentários:

Caranguejúnior disse...

Muito Bom!
Leminski nesta sexta feira cinza, caí muito bem!

abraço fluxo!

fluxo disse...

não parece um texto feito pra um dia como este?
abraço, parceiro.